Cientistas ainda não confirmaram uma relação direta entre uma alimentação equilibrada e os sintomas do aparecimento da psoríase, mas algumas pessoas afirmam que a eliminação de certos alimentos e de certas bebidas leva a um alívio dos sintomas. De qualquer modo, não tem nada a perder por isso, é um caso a tentar, que poderá ser uma mais valia.

Algumas pessoas que sofrem de psoríase acreditam que aquilo que comem e bebem condiciona o estado da sua pele. Segundo Jerry Bagel, um dermatologista da Windsor Dermatologia em East Windsor e Hightstown, isso pode ser verdade, mas que ainda não há nenhuma prova científica que apoie a sua teoria.

Ainda assim, afirma que, se encontrar algo que frequentemente provoca o agravamento do seus sintomas de psoríase, deverá exclui-la/o da sua alimentação.

Assim sendo, deixamos algumas sugestões para a sua alimentação equilibrada contra a psoríase.

Estes são oito alimentos e bebidas que são mencionadas frequentemente por pessoas que sofrem de psoríase, e que afirmam que agravam os sintomas e o seu aparecimento. Pode começar por excluí-os da sua alimentação, de modo a conseguir prever se os mesmos têm algum efeito em si:

1. Álcool.  “Em primeiro lugar, deixe de consumi-lo“, diz Bagel. Aqui está o porquê: O álcool abre os vasos sanguíneos da pele. Quando os vasos sanguíneos se dilatam, os glóbulos brancos, incluindo as células T, que se acreditam serem responsáveis pela psoríase, podendo esgueirar-se para as camadas externas da pele mais facilmente. “Os seus sintomas da psoríase podem aumentar, mesmo que seja um consumidor moderado e/ou pouco frequente”, alerta Chelsea Marie Warren, nutricionista e certificada em Portland, Oregon.

2. Fast-Food. A psoríase é uma doença inflamatória. “Lixos” alimentares tendem a ser ricos em gorduras saturadas, trans, amidos refinados e açúcares, os quais podem promover a inflamação. Outra razão para evitar estas “comidas de plástico” é que que elas são ricas em calorias com pouco valor nutritivo, e os portadores de psoríase sofrem, normalmete, de problemas de obesidade. “Se tem psoríase, tem também um aumento do risco de doenças cardíacas e vasculares”, diz Bagel. Estar acima do peso aumenta esse riso.

3. Carnes vermelhas.  Estas contêm gorduras poliinsaturadas, chamadas de ácidos araquidônicos. “Este tipo de gorduras podem piorar os sintomas de psoríase, uma vez que podem ser facilmente convertidos em compostos inflamatórios,” diz Warren. Deve também incluir na lista de alimentos a evitar as carnes processadas, como salsichas, bacon, entre outras.

4. Produtos Lácteos.  Como a carne vermelha, os produtos lácteos contêm o ácido araquidônico, um inflamatório natural. “O leite de vaca é um dos maiores culpados,” menciona Bagel, pois também contém caseína, a qual tem sido associada à inflamação. As gemas do ovo, também, são ricos em ácidos araquidônicos, por isso considere exclui-los da sua dieta.

5. Plantas Nightshade.  Algumas pessoas relatam que o consumo de plantas da “família das solanáceas” – que inclui pimentos, batatas, berinjela e tomate – agrava os seus sintomas de psoríase. Estes vegetais contêm solanine, um composto químico que foi comprovado que pode causar dor em certas pessoas. “Alguns pacientes acreditam que se evitarem estes vegetais, diminuem os sintomas”, citando Bagel.

6. Citrinos.  Por vezes, uma reação alérgica pode incendiar os sintomas da psoríase. Frutas cítricas, como as laranjas, limões e limas, podem causar esta inflamação. Se os eliminar da sua alimentação poderá melhorar o aspecto da sua pele. Esta proibição inclui também o consumo de limonada e de laranja natural.

7. Glúten.  É uma proteína encontrada em alguns grãos-relacionadas, incluindo o centeio, o trigo e  a cevada. Investigadores descobriram que em Portugal, os sintomas de psoríase diminuíram  em algumas pessoas desde que excluíram esta proteína da sua alimentação por completo. São estudos que ainda se encontram em desenvolvimento, mas a ideia de pacientes com psoríase que beneficiem da exclusão da mesma da sua alimentação ainda é controversa. Mesmo que tal seja verídico, a verdade é que não é fácil conjugar a exclusão de glúten da alimentação.

8. Condimentos. Algumas pessoas que sofrem de psoríase encontram alguns condimentos e especiarias que são os seus piores inimigos. Os que parecem causar mais problemas para as pessoas com psoríase são a pimenta, canela, caril, vinagre, maionese, páprica, molho Tabasco, molho inglês e ketchup. Estão na lista dos “não alimentos”, pois podem levar à inflamação dos sintomas.

Embora a pesquisa ainda tenha que confirmar uma ligação direta entre o aparecimento dos sintomas e a sua alimentação, pode começar por exclui-los da sua alimentação, para comprovar por si mesmo se resultam consigo ou não. Certifique-se de compartilhar o que descobriu sobre si com o seu médico ou nutricionista, de forma a que não fique com deficiência de algum nutriente ou vitamina.

Categorias: Blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *